Equipe Acelera Siriema teve problemas e, agora, foca na prova deste domingo

Neste sábado (8), o primeiro dia de disputas do Rally Cuesta Off-Road foi cheio de adrenalina e típico para os amantes do Rally Cross Country. Trechos travados, outros sinuosos e escorregadios, muitas lombadas, piso arenoso e curvas foram alguns dos obstáculos a serem superados pelos competidores que disputam neste fim de semana, importantes pontos para o Campeonato Brasileiro da modalidade, em Botucatu. Como é o caso da Equipe Acelera Siriema líder do campeonato na categoria Pró-Brasil.

O piloto Luiz Facco e o novo navegador da equipe Humberto Ribeiro foram guerreiros e vivenciaram um dia cheio de emoções. Largaram em terceiro na geral e aproximadamente no Km 50 da Especial (trecho cronometrado) já estavam na frente, mas uma poça fez o carro escorregar e bater em uma árvore. Isto não abateu a dupla que retornou à prova. E a saga só havia começado, depois o pneu furou, trocaram o pneu, mas a certa altura o carro morreu e perderam muito tempo para fazer o carro pegar novamente. Quando terminaram o percurso, de cerca de 180 quilômetros, já haviam estourado o tempo previsto.

“Andamos muito bem até o Km 50 e o desempenho do carro era excelente, mas com a batida que danificou a parte da frente do carro, o motor ficou muito exposto e acho que isto, ao longo de toda a Especial, pode ter danificado o motor”, relatou Facco. “De qualquer forma, isto tudo já está sendo resolvido pela equipe e amanhã (9) o carro estará pronto para a outra etapa do Brasileiro”, completa.

Ribeiro, afirma que apesar destes incidentes a fase de adaptação foi fundamental. “A prova foi complicada e travada, mas foi boa para Facco e eu ajustarmos alguns detalhes entre pilotagem e navegação. Tenho certeza que logo mais estaremos bem afinados”, ressalta o navegador que é nascido em Brasília, mas é piauense de coração, pois reside desde os dois anos no Estado.

Páginas: 1 2

`