Quebra na barra de direção impede Equipe Acelera Siriema de finalizar a prova

Sol forte, clima seco, piso de terra batida e trechos rápidos para pisar fundo. Este era o cenário deste domingo (10), para as quatro Especiais e seus 70 quilômetros de trechos cronometrados do Rally de Atibaia, no interior de São Paulo. Mais adaptados ao novo carro, um Peugeot 207 XRC, neste segundo dia de prova, Luiz Facco e Francis Herrero largaram pela manhã focados em buscar um bom resultado e foi o que conseguiram na primeira Especial do dia. A dupla da Equipe Acelera Siriema fechou a primeira volta do dia, em 4m58s7 com o segundo melhor tempo da geral e da categoria 4×4, competindo pela última etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade.

Na segunda Especial, a dupla manteve o mesmo ritmo e vinha forte, mas em uma curva tiveram uma batida que acabou quebrando a barra de direção. Facco e Herrero tentaram retornar para a prova, mas não conseguiram finalizar o segundo dia de disputa.

“Vontade de acelerar mais não faltou, mas não pudemos prosseguir na Especial. De qualquer forma foi super válido pilotar um XRC, da ProMacchina. É um carro muito bom, rápido e nos divertimos bastante”, afirma Facco, tricampeão paulista de Rally de Velocidade, na categoria A6 (2009, 2010 e 2012).

No sábado (9), primeiro dia de prova e quando a dupla estreou o carro, Facco e Herrero conquistaram a terceira colocação na categoria 4×4, após completarem as três Especiais do dia.

Páginas: 1 2

`