Rally Trans-Itapúa: Não foi a vez da Equipe Acelera Siriema no Paraguai

A 29ª edição do Petrobras Rally Trans-Itapúa que abriu a temporada do Campeonato Sul-Americano de Rally de Velocidade (FIA/Codasur), neste fim de semana, em Encarnación, no Paraguai, não saiu como o esperado para a Equipe Acelera Siriema. O piloto Luiz Facco e o navegador Felipe Costa, da categoria RCN2, eram os únicos representantes brasileiros do grid, em meio a 67 duplas do Paraguai, Argentina, Uruguai e Bolívia. No sábado, 2, o Mitsubishi Evo X (#251) sofreu uma pane elétrica, o que obrigou a dupla a abandonar o primeiro dia de disputa, quando apenas 38 carros completaram o exigente trajeto. Com o carro em ordem, a dupla largaria neste domingo para o segundo dia, porém antes de a prova começar, Facco precisou retornar às pressas ao Brasil devido a problemas particulares.

Acelera SiriemaA dupla lamenta não ter alcançado um resultado positivo como foi a última prova do Sul-Americano – Rally Del Atlântico (Uruguai) – disputado em novembro, quando fechou em nono na geral e em oitavo na RCN2. Agora, o foco da equipe será o Rally Internacional de Erechim, 13 a 15 de maio, no Rio Grande do Sul, que também somará pontos para o Campeonato Sul-Americano. Informações sobre os resultados do Rally Trans-Itapúa no www.rally.com.py

Acompanhe a equipe também na página do Facebook: Acelera Siriema Rally. A Acelera Siriema conta com patrocínio da Gonçalves S/A Indústria Gráfica e apoio da Fontoura Dias Stands. Já o navegador Felipe Costa tem apoio da Sparco e Cobreq.

Páginas: 1 2